A Investigação-Ação no curso de Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico da Universidade da Madeira


A Investigação-Ação no curso de Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico da Universidade da Madeira


A Investigação-Ação no curso de Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico da Universidade da Madeira.

 

Paulo Brazão

Centro de Investigação em Educação da Universidade da Madeira – CIE-UMa

jbrazao@staff.uma.pt

 

Resumo

No ano em que iniciam o estágio profissional, os estudantes do curso de mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico da Universidade da Madeira frequentam simultaneamente a disciplina de Projeto de Investigação-Ação. Eles utilizam os contextos reais da prática pedagógica realizada nas escolas da Região Autónoma da Madeira para identificar problemas contextuais e para implementar estratégias de resolução dos mesmos. Deste modo a abordagem teórica e metodológica acompanha o trabalho que termina na sistematização individual, em forma escrita de relatório científico-pedagógico.

Reconhecemos que este trabalho é central num currículo de formação de professores pois desenvolve nos estudantes a competência do professor-investigador e reforça a formação do profissional reflexivo.

Nesta comunicação relatamos esse percurso, refletindo sobre as possibilidades e sobre as limitações encontradas e apontaremos os contributos da metodologia de Investigação-Ação para a formação de professores-investigadores.

 

La Investigación-Acción en el curso de Maestría en Educación Pre-Escolar y  Primaria, de la Universidad de Madeira

 

Paulo Brazão

Centro de Investigação em Educação da Universidade da Madeira – CIE-UMa

jbrazao@staff.uma.pt


Resumen

 

En el año en que inician la etapa profesional, los estudiantes del curso de maestría en Educación Pre-Escolar y Primária de la Universidad de Madeira frecuentan simultáneamente la disciplina de Proyecto de Investigación-Acción. Utilizan los contextos reales de la práctica pedagógica realizada en las escuelas para identificar problemas contextuales y para implementar estrategias de resolución. Reconocemos que este trabajo es central en un currículo de formación de professores (maestros) pues desarrolla en los estudiantes la competencia del maestro-investigador y refuerza la formación del maestro reflexivo.

En esta comunicación relatamos ese recorrido, reflexionando sobre las posibilidades y sobre las limitaciones encontradas y apuntamos las contribuciones de la metodología de Investigación-Acción para la formación de maestros-investigadores.

 

Publico

Grupo 112 de Educación Primaria. Aula I-201
Departamento de Didáctica y Teoría de la Educación.
Facultad de Formación de Profesorado y Educación.
Universidad Autónoma de Madrid. Campus de Cantoblanco.
Jueves 25 de Octubre    13:15-14:00


Campus de Cantoblanco


Download da apresentação

Apr-es-v2.2 PI-A MEPEE1CEB.pps